Tabela INSS - Cursos Nova Era

Acesso

Acesso restrito para
sua conta

Tabela INSS

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro/2021. Tipo Progressiva.    

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE 
RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.100,00

  7,50

De 1.100,01 até 2.203,48

  9,00

De 2.203,49 até 3.305,22

 12,00

De 3.305,23 até 6.433,57

 14,00

Importante: Contribuintes Individuais aplicam 11% ou 20%, não entram na Tabela Progressiva.

 

SALÁRIO FAMÍLIA: Filho ou equiparado até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Até  R$ 1.503,25

51,27

Portaria SEPRT/ME nº 477 de 12-01-2021  DOU 13-01-2021.  

 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro/2021. Progressiva com Parcela a Deduzir.   

Criei esta tabela para facilitar o cálculo manual do desconto de INSS: aplicar a alíquota sobre o total do salário de contribuição e deduzir a Parcela para encontrar o valor do desconto INSS aproximado - pode ter diferença de centavos. 

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE 
RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Parcela a Deduzir

Até 1.100,00

  7,50

      0,00

De 1.100,01 até 2.203,48

  9,00

     16,50

De 2.203,49 até 3.305,22

 12,00

     82,60

De 3.305,23 até 6.433,57

 14,00

   148,71

 

 Cálculo efetuado pela Nova Era.

 

Tabela INSS válida a partir de Março 2020. Tipo Progressiva.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE
RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.045,00

  7,50

De 1.045,01 até 2.089,60

  9,00

De 2.089,61 até 3.134,40

 12,00

De 3.134,41 até 6.101,06

 14,00

Portaria Ministério da Economia nº 914 de 13-01-2020  DOU 14-01-2020.  Alterada pela Portaria 3.659 em 11-02-2020.

 Importante: Contribuintes Individuais mantém 11% ou 20%, não entram na Progressiva.

 

Tabela INSS válida a partir de Março 2020. Tipo Progressiva com Parcela a Deduzir.  

Este modelo de cálculo permite aplicar a alíquota sobre o total do salário de contribuição e depois deduzir o valor da Parcela para encontrar o valor do desconto devido.

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE 
RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Parcela a Deduzir

Até 1.045,00

  7,50

      0,00

De 1.045,01 até 2.089,60

  9,00

     15,68

De 2.089,61 até 3.134,40

 12,00

     78,36

De 3.134,41 até 6.101,06

 14,00

   141,05

 

 

Tabela INSS válida de Janeiro 2020 a Fevereiro 2020.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE 
RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.830,29

8,00

De 1.830,30 até 3.050,52

9,00

De 3.050,53 até 6.101,06

11,00

 

Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Até  R$ 1.425,56

48,62

Portaria Ministério da Economia nº 914 de 13-01-2020  DOU 14-01-2020. 

 

Tabela Salário Família válida a partir de Novembro 2019.  

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Até 1.364,43

46,54

Emenda Constitucional nº 103 de 12-11-2019  DOU 13-11-2019. 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2019.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.751,81

8,00

De 1.751,82 até 2.919,72

9,00

De 2.919,73 até 5.839,45

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 907,77

46,54

De 907,78 até 1.364,43

32,80

Portaria Ministério da Economia nº 09 de 15-01-2019  DOU 16-01-2019. 

 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2018.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.693,72

8,00

De 1.693,73 até 2.822,90

9,00

De 2.822,91 até 5.645,80

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 877,67

45,00

De 877,68 até 1.319,18

31,71

Portaria MF nº 15 - DOU 17/01/2018. 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2017.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.659,38

8,00

De 1.659,39 até 2.765,66

9,00

De 2.765,67 até 5.531,31

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 859,88

44,09

De 859,89 até 1.292,43

31,07

Portaria MF nº 08 - DOU 16/01/2017. 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2016.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.556,94

8,00

De 1.556,95 até 2.594,92

9,00

De 2.594,93 até 5.189,82

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 806,80

41,37

De 806,81 até 1.212,64

29,16

Portaria Interministerial MTPS/MF nº 1 - DOU 11/01/2016. 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2015.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.399,12

8,00

De 1.399,13 até 2.331,88

9,00

De 2.331,89 até 4.663,75

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 725,02

37,18

De 725,03 até 1.089,72

26,20

Portaria Interministerial nº 13 de 09-01-2015 DOU 12-01-2015. 

 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2014.  

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO (R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.317,07

8,00

De 1.317,08 até 2.195,12

9,00

De 2.195,13 até 4.390,24

11,00

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade:  

REMUNERAÇÃO MENSAL  (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 682,50

35,00

De 682,51 até 1.025,81

24,66

Notícia site da Previdência em 10/01/2014. 

 

 

Tabela INSS válida a partir de Janeiro 2013. (Retificada em DOU de 11-01-2013)

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO

(R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.247,70

8,00

De 1.247,71 até 2.079,50

9,00

De 2.079,51 até 4.159,00

11,00

 

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, passa a ser de:  

REMUNERAÇÃO MENSAL

 (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 646,55

33,16

De 646,56 até 971,78

23,36

Portaria Interministerial 15 MPS-MF, de 10-01-2013, publicada no Diário Oficial de 11-01-2013. 

 

Tabela INSS a partir de Janeiro 2012 conforme notícia do site da Previdência Social.

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO

(R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.174,86

8,00

De 1.174,87 até 1.958,10

9,00

De 1.958,11 até 3.916,20

11,00

 

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, passa a ser de:  

REMUNERAÇÃO MENSAL

 (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 608,80

31,22

De 608,81 até 915,05

22,00

 

Nova Tabela INSS válida a partir de Julho de 2011, publicada pela  Portaria Interministerial 407 MPS-MF publicada no Diário Oficial de hoje, dia 15-7-2011 

A Tabela a ser aplicada, para pagamento de remuneração realizado a partir de julho/2011, é a seguinte:

 

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO

(R$)

ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)

Até 1.107,52

8,00

De 1.107,53 Até 1.845,87

9,00

De 1.845,88 Até 3.691,74

11,00

 

O Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, passa a ser de:

 

REMUNERAÇÃO MENSAL

 (R$)

VALOR DA QUOTA (R$)

Não superior a 573,91

29,43

De 573,92 Até 862,60

20,74

 

 

Nova tabela INSS válida a partir de janeiro 2011 - Publicada pela Portaria 568 de 31-12-2010

 

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO
(R$)
 ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)
 Até 1.106,90  8,00
 De 1.106,91 Até 1.844,83  9,00
 De 1.844,84 Até 3.689,66  11,00

O valor do desconto máximo de Previdência é de R$405,86.

Os novos limites para concessão da quota do Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, passa a ser: 

REMUNERAÇÃO MENSAL
(R$)
 VALOR DA QUOTA
(R$)
 Não superior a 573,58  29,41
 De 573,59 até 862,11  20,73

 

 

Tabela INSS - Publicada pela Portaria Interministerial 333 MPS-MF, de 29-6-2010, publicada no Diário Oficial dia 30-6-2010, com efeito retroativo à 16-06-2010 e válida até dezembro 2010.

SALÁRIO-DE-CONTRIBUIÇÃO
(R$)
 ALÍQUOTA PARA FINS DE RECOLHIMENTO AO INSS (%)
 Até 1.040,22  8,00
 De 1.040,23 Até 1.733,70  9,00
 De 1.733,71 Até 3.467,40  11,00

 

A partir de 16-06-2010, o limite para concessão da quota do Salário-Família por filho ou equiparado de qualquer condição, até 14 anos de idade, ou inválido de qualquer idade, passa a ser

REMUNERAÇÃO MENSAL
(R$)
 VALOR DA QUOTA
(R$)
 Não superior a 539,03  27,64
 Superior a 539,03 e igual ou inferior a 810,18  19,48

 

Tabela INSS - Validade a partir de Janeiro de 2010.

Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos 

Salário de Contribuição Percentual Salário Família
até 1.024,97 8,00 Até R$ 531,12 = 27,24
1.024,98 até 1.708,27 9,00 Até R$ 798,30 = 19,19
1.708,28 até 3.416,54 11,00 0,00
     
* O desconto dos empregados relativo à previdência social respeita o teto máximo de R$3.416,584 - quem recebe salários superiores a esse valor somente contribui até esse limite máximo, correspondendo a 11% = R$ 375,81.
* As contribuições da empresa não se limitam ao teto máximo e são calculadas sobre o valor total

A MP nº 474/2009, de  23 de dezembro de 2009, alterou o salário mínimo para R$ 510,00 a partir do dia 1° de janeiro de 2010. 

Tabela INSS - Validade a partir de Fevereiro de 2009.

Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos 

A Portaria interministerial MPS/MF Nº 48, de 12 de  fevereiro de 2009-DOU 13.02.2009, que alterou o reajuste dos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social - INSS e os valores da nova tabela de contribuição. 

Salário de Contribuição Percentual Salário Família
até 965,67 8,00 Até R$ 500,40 = 25,66
965,68 até 1.609,45 9,00 Até R$ 752,12 = 18,08
1.609,46 até 3.218,90 11,00 0,00
     
O desconto dos empregados relativo à previdência social respeita o teto máximo de R$3.218,90 - quem recebe salários superiores a esse valor somente contribui até esse limite máximo, correspondendo a 11% = R$354,07.
* As contribuições da empresa não se limitam ao teto máximo e são calculadas sobre o valor total.

Valor Salário Mínimo fevereiro de 2009

A A MP nº 456/2009,  convertida Lei nº 11.944 de 28-05-2009 - DOU 29-05-2009, alterou o salário mínimo para R$ 465,00 a partir do dia 1° de fevereiro de 2009. 

Tabela INSS - Validade a partir de Março de 2008

 

Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos

Salário de Contribuição Percentual Salário Família
até 911,70 8,00 Até R$ 472,43 = 24,23
911,71 até 1.519,50 9,00 Até R$ 710,08 = 17,07
1.519,51 até 3.038,99 11,00 0,00
     
* O desconto dos empregados relativo à previdência social respeita o teto máximo de R$3.038,99 - quem recebe salários superiores a esse valor somente contribui até esse limite máximo, correspondendo a 11% = R$334,28.
* As contribuições da empresa não se limitam ao teto máximo e são calculadas sobre o valor total.

Salário mínimo R$ 415,00 a partir de 1º de março

 

A Medida Provisória nº 421, publicada em Edição Extra do Diário Oficial da União em 29.02.2008 aprovou o novo salário mínimo no valore de R$ 415,00 (quatrocentos e quinze reais), a partir de 1º de março de 2008. Sendo o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 13,83 (treze reais e oitenta e três centavos) e o valor horário a R$ 1,89 (um real e oitenta e nove centavos). 

 

Tabela INSS - Validade a partir de Janeiro de 2008.

Segurados empregados, inclusive domésticos e trabalhadores avulsos

Salário de Contribuição Percentual Salário Família
até 868,29 8,00 Até R$ 449,93 = 23,08
868,30 até 1.447,14 9,00 Até R$ 676,27 = 16,26
1.447,15 até 2.894,28 11,00 0,00
     
* O desconto dos empregados relativo à previdência social respeita o teto máximo de R$2.894,28 - quem recebe salários superiores a esse valor somente contribui até esse limite máximo, correspondendo a 11% = R$318,37.
* As contribuições da empresa não se limitam ao teto máximo e são calculadas sobre o valor total.

 

Formas de Pagamento
Convênios

Cursos Nova Era - 2021 - Todos os direitos reservados by SoftD